Que chegue a primavera!
Ainda que manca de uma perna,
em pedacinhos de céu
ou pétalas dispersas
mas que venha…

Apareça esperada alegria!
Nem que seja miúda,
pequenas migalhas de riso
na boca de dias desdentados.

Estamos cansados deste inverno,
que nunca tira férias.
Devora nossos verões
e põe os sonhos para hibernar.

Com a alma grudada na janela
espero o raio de sol,
que derreterá o iceberg
de horas sem cor
e flores de plástico.

Rosemarie Schossig Torres

Anúncios