Atrás do muro
quebrando o silêncio
grita um rumor

Entre a sombra
a luz que escorrega
rasga as trevas

porta fechada
traz no bojo uma chave,
louca pra abrir

fio da lágrima
carrega gota de mel
que quer sorrisos

do meio do caos
desponta um corredor
rumo ao norte

do mar de penas
nasce uma tábua
livra náufragos

chão de exilado
tem sementes de sonho
que urgem brotar

Na gota de fel
um torrão de açúcar
Fim do amargo

Rosemarie Schossig Torres

Anúncios