Tag Archive: armário


Legados Turvos


Trago em mim porções espectrais, 

Lúgubres, que soem ser soturnas. 
Arquétipos e esfinges ancestrais, 
Que assomam em horas noturnas. 

Digladiam Lúcifer e o anjo Gabriel. 
Eterna dualidade. Auréola? tridente? 
Às vezes sou doce; outras, quase cruel. 
Lilith ou Eva: sou a maçã e a serpente. 

Do Barba Azul herdei o armário, 
onde oculto minha pior travessura 
Ali guardo o meu lado ordinário. 
A chave mantenho em cova escura.

Dr.Jeckyll me ensinou a receita 
e desperto outra face; clandestina. 
Gata selvagem; mocinha direita. 
A dupla identidade me alucina.

Ainda tenho a caixa de Pandora 
receptáculo de minhas infrações
Às vezes um sorriso dark aflora, 
revelando minhas contradições.

Rosemarie Schossig Torres

Anúncios

Esqueletos No Armário


O que faço com esse ossuário?
Amontoado de esqueletos velhos
Espiam-me de dentro do armário;
Fantasmas do além dos espelhos.

Na poeira que o chão arquivou:
pedaços de delírios esclerosados;
devaneios que a pele aposentou;
Simulacro dos prazeres passados.

Acumulação de entulhos, escarcéu.
Lembranças largadas no necrotério.
Revelações do ego repetidas ao léu.
A esmo vagueio por esse cemitério.

Como alivio o peso dos ombros?
Restos de mim, já tão danificados,
Somente uma pilha de escombros.
Vivo algemada a tesouros mofados.

Oxidam as idéias; limiar da sucata.
Ainda há pontos de luz na sombra.
Mas a reciclagem é tarefa inexata;
o desejo de ser fênix me assombra.

Rosemarie Schossig Torres